REPORTAGENS

Roteiro da Harmonia

No museu, na área rural, se conhece a história de José Oswaldo Junqueira, criador do cavalo do século, Turbante JO.

Roteiro da Harmonia, cujos holofotes são voltados para São José do Rio Pardo. Baseado na afirmação de Euclides da Cunha, que encontrou paz para escrever os Sertões em nossa cidade, o roteiro, em seu material promocional, contém a sugestiva frase: “às margens do Rio Pardo você equilibra razão e emoção”.
     A acolhida é na casa da DONANA, a agência receptiva, onde é servido  café da manhã típico das melhores mesas do interior, empreendimento encabeçado por Ana Lúcia Sernaglia. Também são oferecidos  chapéus, lenço e um embornal com o necessário para o roteiro. A agência leva as malas para os hotéis, e os turistas se sentem acolhidos por parentes queridos que moram no interior. A vista do Rio Pardo é  realmente inspiradora. Dali seguem em transporte que consta do pacote turístico para “city tour”, que se inicia no Cristo e inclui experiência interessante no recanto euclidiano às margens do Rio Pardo. Casa Euclidiana e complexo da Praça Matriz completam a manhã, de onde seguem para delicioso almoço no Bassi Bross. À tarde visita ao meio rural, Fazenda Rio Verde, com degustação de cachaças finas produzidas por Fábio Moraes (recentemente capa da revista Conexão).
    Novamente na cidade, com direito  ao por do sol pelo caminho, visita ao antigo mercado, hoje centro cultural, onde ocorria exposição nacional de orquídeas. O dia se encerra com brinde iluminado por tocheiros no Ateliê do escultor Bertacco, que atende pessoalmente aos turistas. Licores da mais antiga cachaçaria da região são servidos pela atual proprietária, Silvia Salvatori.
    No domingo pela manhã, cavalgada em cavalos de raça conduzido pelo empresário Cadão, com direito de atravessar a ponte Euclides da Cunha e visitar a belíssima Ilha de São Pedro, onde se entra por uma ponte pênsil. Para quem não monta, uma charrete guiada por um tropeiro autêntico acompanha o passeio, que tem o nome de Caminho Tropeiro. Almoço de domingo com massas no Restaurante DonaNena e visita ao Museu JO, no campo, completam o domingo. No museu, na área rural, se conhece a história de José Oswaldo Junqueira, criador do cavalo do século, Turbante JO.
    A acolhida pela filha do ilustre equinocultor, Dona Zilah, é impecável, com café, sucos de frutas naturais e pães de queijo deliciosos. Nos gramados, esculturas vivas: cavalos mangalarga dignos de ser imortalizados por mestres escultores galopam livres para encanto dos turistas. E não acaba aí, há  café de despedida na Casa de DONANA antes do retorno.
    Vale experimentar, é realmente um final de semana super agradável. E vale também conferir se  às margens do Rio Pardo realmente se equilibra razão e emoção.  Com certeza, com toda a razão, Rio Pardo é pura emoção!
    O Roteiro faz parte do Projeto de Desenvolvimento do Turismo, Cultura e Artesanato de São José do Rio Pardo, parceria entre o SEBRAE SP, DETUR, ACI entre outras entidades.

 

VEJA MAIS